CRAVAÇÃO DE ESTACAS

As estacas de aço se caracterizam por serem facilmente cravadas em quase todos os tipos de terreno, podendo atingir elevada capacidade de carga e grandes profundidades pela facilidade de corte e emenda de seus elementos.
Quando inteiramente enterradas em terreno natural, as estacas de aço dispensam tratamento especial.
Em estacas de aço parcialmente imersas em água, ou em meio agressivo, é obrigatória a proteção com enchimento com concreto (quando tubulares) ou pintura à base de resina epoxi, proteção catódica, etc.
As estacas de aço podem ser cravadas por vibração ou percussão com martelos vibratórios ou de impacto.

A FUNDESP dispõe de martelos vibratórios elétricos (Soilmec VTE12000; Tomen VN410000 ) ou hidráulicos (PTC50HT1; PTC13HT3; MGF RBH320; ICE 2216; Soilmec VTH-1 ), e martelos hidráulicos de impacto IHC-SC 150, e MAIT HH-7000.
O martelo hidráulico IHC SC 150, é apropriado para carvação de estacas de aço ou concreto, tanto on shore como off shore, ao ar livre ou submerso.
Uma característica do martelo hidráulico IHC SC150, que o diferencia de outros martelos, é que a energia exercida sobre a estaca durante a cravação pode ser regulada continuamente entre 5% e 100%. A cada golpe a energia é medida e indicada no painel de controle. Portanto as operações de cravação são totalmente reguláveis até no caso de estar completamente submerso.

A cravação é possível em qualquer ângulo, até mesmo horizontalmente (energia máxima de cravação disponível até uma inclinação de 25%). A cravação submersa é possível conservando a máxima energia, mesmo a grandes profundidades (até cerca de 500m).